Fator humano e imobiliário são fatores-chave para as empresas TMT

Ana Tavares |
Fator humano e imobiliário são fatores-chave para as empresas TMT

Esta tendência acontece apesar de hoje em dia ser cada vez mais comum a utilização de inteligência artificial no local de trabalho, mostrando que o fator humano continua a ser crítico no desenvolvimento empresarial. 

E, apesar de empresas tecnológicas, a tecnologia é classificada como o menos importante recurso estratégico por quase todas as empresas inquiridas. Contudo, a maior parte das empresas espera grandes mudanças e incrementos na eficiência pela introdução de novas tecnologias no negócio e no local de trabalho, sobretudo ao nível dos sistemas cloud.

Por outro lado, e a seguir aos recursos humanos, o imobiliário é considerado cada vez mais importante para a atividade operacional destas empresas, pois um local de trabalho atrativo e eficiente é considerado crítico para atrair e reter talento. Nomeadamente, a adoção de melhores sistemas de gestão de edifícios, implementados por gestores de portfolio, é «um passo importante» na melhoria da utilização dos edifícios.

Guy Douetil, Managing Director da EMEA Corporate Solutions, nota que «este estudo reforça a importância do imobiliário para as TMT e ilustra como é uma parte importante do crescimento das TMT, que continuam a colocar as pessoas no centro das suas decisões». 

Continua que «nos últimos 15 anos, o crescimento do emprego nas TMT tem sido vasto, quer na Europa, quer nos EUA. Desde 2000, o emprego nas empresas de serviços cresceu 50% na Europa e 31% nos EUA, significativamente acima do crescimento médio de 9% no emprego total, nos dois países». E acredita que «a importância crescente das TMT tenderá a prolongar esta tendência».