Fase de candidaturas ao Reabilita Braga alargada até 30 de março

Fernanda Cerqueira |
Fase de candidaturas ao Reabilita Braga alargada até 30 de março

 

Os primeiros candidatos ao Prémio Municipal, nas categorias de Edificação e Investigação, já completaram a fase de pré-inscrição. Até 30 de março, os promotores, as equipas de engenharia e de arquitetura ou os proprietários, que tenham realizado intervenções de reabilitação urbana concluídos nos dois anos civis anteriores ao da realização do Prémio, podem submeter a candidatura ao galardão.

Também os professores, investigadores ou estudantes gozam de igual alargamento para submeter os respetivos trabalhos de investigação, (i.e. teses de mestrado, doutoramento, “papers” académicos ou similares), sobre temas da reabilitação urbana e cujo objeto incida no concelho de Braga.

O corpo de jurados, presidido pelo professor Doutor Migue Bandeira, conta na categoria Edificação, com o arquiteto Alexandre Basto, o Dr. º Ricardo Silva, o Dr. º António Carlos Rodrigues, a Dr.ª Isabel Silva, o Dr. º Daniel Miranda e o presidente da União de Freguesias de Maximinos, Sé e Cividade, Luís Pedrosos. Na categoria investigação o painel é formado pelo professor Doutor José Alberto Rio Fernandes, o Engenheiro Manuel Miranda, o senhor provedor da Santa Casa da Misericórdia de Braga, Bernardo Reis, e o Doutor Pedro Guimarães. Um alargado conjunto de personalidades de reconhecido mérito que atestam a independência e a pluridisciplinaridade da iniciativa.

Organizado pela Câmara Municipal de Braga, a que se associa a Vida Imobiliária, o Reabilita Braga 2018 conta com os apoios da Ordem dos Engenheiros Região Norte e do Museu de Arqueologia D. Diogo de Sousa.

O Regulamento, a Ficha de Inscrição e todas as informações sobre o Prémio Municipal de Reabilitação Urbana – Reabilita Braga estão disponíveis no site https://reabilitabraga.pt/