Espírito Santo Property vai gerir ativos em carteira

Ana Tavares |
Espírito Santo Property vai gerir ativos em carteira

 

A decisão foi tomada pelos gestores de insolvência do grupo, no Luxemburgo, segundo os quais a ESP (antiga Espart) não poderá fazer novas aquisições: «os curadores decidiram não continuar, nesta fase, a venda da ‘holding’ ES Property e dos fundos imobiliários FIMES I e FIMES II – também alvo de arresto criminal», pode ler-se no relatório de Alain Rukavina e Paul Laplume, citado pelo Negócios.

Por um lado, o FIMES I tem um valor líquido global de 27,9 milhões de euros, e o FIMES II de 20,9 milhões de euros, segundo os dados da CMVM citados pelo Idealista. Os fundos são geridos pela Gesfimo, da qual a Espírito Santo Property é a única acionista.