DST reabilita Orpheu XI

Ana Tavares |
DST reabilita Orpheu XI

A recuperação deste edifício segue um projeto de arquitetura da Frederico Valsassina Arquitetos Lda e da A2P Consult – Estudos e Projetos, que mantém a traça arquitetónica e preserva parte da Muralha Fernandina.

De acordo com a DST, a obra passa por uma intervenção profunda nos 4 pisos do edifício pombalino, incluindo a demolição e escavação com preservação da fachada.

Quando concluído, o Orpheu XI terá 10 apartamentos modernos com áreas entre os 110m² e os 370m², com tipologias de Loft a T3+2.

José Teixeira, presidente do Conselho de Administração do Grupo DST, comenta que esta empreitada «é muito importante para a valorização do trabalho que a empresa tem vindo a efetuar em termos de reabilitação urbana, nomeadamente no coração de Lisboa, assente num know-how ímpar que lhe permite encontrar soluções inovadoras quando as intervenções se centram no património histórico edificado», lembrando que «este é também um investimento que aumenta e dinamização do mercado imobiliário e estimula a atração de investimento internacional».