Começaram as obras do Portinho de Angeiras

Fernanda Cerqueira |
Começaram as obras do Portinho de Angeiras

A empreitada, apresentada pela ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, inclui a edificação de um molhe de abrigo da zona piscatória, orçada em 3,7 milhões de euros. O remanescente distribui-se pela requalificação do posto de controlo e a transferência de pescado no valor de 163 mil euros e ainda a construção de um canal e rampa de acesso à zona piscatória orçado em 315 mil euros.

Durante a cerimónia de apresentação do projeto, Ana Paula Vitorino explicou que a obra será feita em três fases, começando duas delas agora e a terceira no final do ano. Esta última corresponde à construção do molhe com cerca de 448 metros de comprimento, em que será instalado um farolim. O projeto desta edificação está, atualmente, em fase de avaliação de impacte ambiental por parte da Agência Portuguesa do Ambiente, estando previsto para o final de julho a emissão da Declaração de Impacto Ambiental (DIA), seguindo-se a abertura de concurso de empreitada.