CML conclui requalificação do Eixo Central de Lisboa

Ana Tavares |
CML conclui requalificação do Eixo Central de Lisboa

A intervenção foi levada a cabo no âmbito do programa municipal “Uma praça em cada bairro”. O autarca, Fernando Medina, notou que «temos hoje um espaço diferente, com passeios muito mais largos, com mais 750 árvores plantadas, com passeios próprios para pessoas com mobilidade reduzida, mais de 400 passadeiras rebaixadas, muito mais esplanadas, mais fruição do espaço público. A nossa ideia desde o início era devolver o espaço público às pessoas».

A ideia da câmara é conseguir uma diminuição do ruído nestas zonas, um aumento da área pedonal e criação de passeios mais confortáveis, ciclovias e mais zonas verdes. Segundo o Idealista, esta empreitada representou um investimento de 7,5 milhões de euros.

Cais do Sodré fica pronto em fevereiro

Em fase de conclusão estão as obras do Cais do Sodré/Corpo Santo, uma zona da cidade que vai renascer com mais zonas verdes e espaço para peões. Terminarão dentro do prazo previsto.

Já as empreitadas do Campo das Cebolas, para a construção de um parque de estacionamento, estão mais atrasadas, segundo o vereador do urbanismo, Manuel Salgado, devido aos inúmeros achados arqueológicos do local durante as obras, entre os quais um cais pombalino, cerâmicas ou embarcações.