CGD mandata KPMG para vender € 1.800 milhões em malparado

Susana Correia |
CGD mandata KPMG para vender € 1.800 milhões em malparado

Objetivo é alienar estes ativos numa operação a concluir até ao final do próximo ano.

A maior fatia deste portfólio, 1.400 milhões de euros, diz respeito a contratos de crédito às empresas, sendo que o peso do imobiliário e do hipotecário é de 200 milhões de euros, cada.

Este mandato surge numa altura em que o mercado português de NPL (Non Performing Loans) está a despertar o apetite dos investidores estrangeiros para o nosso país. É o caso, por exemplo, do private equity americano Bain Capital Credit que, no passado mês de julho, comprou à Caixa 476 milhões de euros em crédito malparado, naquela que foi a sua primeira compra junto da banca portuguesa.

De acordo com o Eco, estes 1.800 milhões de euros de malparado que a Caixa quer agora vender representam cerca de 38% do total 4.700 milhões de euros que o banco público contabiliza em crédito em incumprimento.