CBRE e Worx comercializam 3 edifícios de escritórios no centro de Lisboa

Ana Tavares |
CBRE e Worx comercializam 3 edifícios de escritórios no centro de Lisboa

Os 3 edifícios estão a ser alvo de obras de reabilitação, sendo que o Marquês de Pombal 14 e o Camilo Castelo Branco 44 estão a sofrer obras de remodelação integral. Já no Barata Salgueiro 37 estão a ser remodeladas as áreas comuns e os pisos livres do edifício. Todos deverão estar concluídos entre dezembro e janeiro próximos.

O Marquês de Pombal 14 tem uma área total de 5.000m² distribuídos por 7 pisos, com estacionamento. Tem ainda uma área de retalho com duas áreas entre os 320 e os 370m². A reabilitação do edifício segue um projeto da Broadway Malyan, com a obra a cargo da Teixeira Duarte.

João Fonseca, diretor associado na Broadway Malyan, comenta que «tem sido muito entusiasmante fazer este projeto que irá trazer uma nova vida a estes edifícios e criar um conjunto de espaços de trabalho, vibrantes e contemporâneos, e que respondem às necessidades do ocupante moderno. Cada um dos edifícios tem o seu charme próprio e nós trabalhamos arduamente para garantir que o projeto de remodelação respeita esse caráter original, ao mesmo tempo gerando um ambiente que estabelece uma nova referência para a cidade».

Por outro lado, o Camilo Castelo Branco 44, situado na rua com o mesmo nome, soma os 3.460m² disponíveis, com estacionamento. Com espaços flexíveis, apenas o piso 1 está ocupado atualmente.

Já o Barata Salgueiro 37 tem área livre de espaço de escritórios de 1.105m², distribuídos por 3 pisos e 6 frações.

Pedro Salema Garção, Head of Agency da Worx, comenta que «são três edifícios, que após a realização das obras de remodelação serão muito atrativos no mercado. É possível destacar o fator diferenciação, em todos, uma vez que não primam apenas pela sua modernidade, imagem corporativa e condições, como também por conseguirem responder a uma procura de um mercado-alvo muito abrangente».

Já André Almada, Senior Director da CBRE, destaca que «a aposta na total reabilitação destes três edifícios revelou-se praticamente visionária, dada a conjuntura da escassa oferta que o mercado está a atravessar no setor de escritórios. Se aliarmos a localização premium, as excelentes acessibilidades e a grande visibilidade temos um conjunto de fatores que irão sem dúvida atrair empresas com um posicionamento diferenciado», conclui.