Câmara de Braga aponta para 2019 inauguração do novo S. Geraldo

Fernanda Cerqueira |
Câmara de Braga aponta para 2019 inauguração do novo S. Geraldo

 

Depois de mais de duas décadas de abandono, as obras de reabilitação do Cine Teatro S. Geraldo devem avançar em meados de 2018 e prolongar-se até 2019, data provável da reabertura do espaço.

Mais do que o investimento, orçado entre 700 mil e um milhão de euros, o projeto da Câmara Municipal de Braga apresenta-se como um projeto âncora de promoção da requalificação e revitalização urbanas da área envolvente e de grande impacto cultural.

O Media Arts Centre, nova designação do equipamento cultural, será «um espaço de convergência entre arte, ciência e tecnologia e o meio privilegiado para a criação, experimentação, aprendizagem, apresentação e exposição da produção em Media Arts», explica a autarquia em comunicado.

O executivo camarário aprovou por unanimidade, na reunião de 24 de julho, o arrendamento do edifício à Arquidiocese por 12.500 euros mensais, com a duração de 10 anos renováveis e com opção de compra pela autarquia.

Novo S. Geraldo será «pedra angular» na candidatura de Braga a cidade criativa da UNESCO e Capital Europeia da Cultura

«O Município de Braga não ficou indiferente ao rol de propostas de parceria e até oportunidades de colaborações mecenáticas formuladas por diversos agentes culturais, no quadro da assunção da candidatura de Braga a Capital Europeia da Cultura em 2027, que apontam para a utilização do S. Geraldo como equipamento cultural de retaguarda em relação a outras valências já existentes e a criar», refere a autarquia. Estas e outras potencialidades, promovidas pelo novo equipamento, «vão tornar o S. Geraldo pedra angular na candidatura a Cidade Criativa da UNESCO e no trabalho que queremos desenvolver também no âmbito da candidatura a Capital Europeia da Cultura [em 2027]», apontou Ricardo Rio, presidente da Câmara Municipal de Braga, em declarações à Lusa.