BPI vende quarteirão na baixa de Lisboa

Ana Tavares |
BPI vende quarteirão na baixa de Lisboa

 

O ativo, situado frente ao Museu do Design, é constituído por 5 edifícios do século XVIII, de arquitetura pombalina, num total de 11.100 m² acima do solo. Vai para o mercado numa altura propícia à sua venda. Fonte do banco explica ao Expresso que «estamos numa altura em que há mercado para edifícios destes. É claramente uma oportunidade. Há uns anos não havia tanta procura».

Para o banco, «trata-se de uma racionalização e gestão normal dos recursos. Esta zona alterou-se muito. Antes era a zona financeira e agora já não é, já não há aqui quase bancos nenhuns, e também já não é tão prática para trabalhar como era antes. Além disso, sendo edifícios mais antigos, têm sempre algumas condicionantes em termos de utilização de espaço».

No final do ano passado, a JLL foi mandatada para comercializar o imóvel em regime de exclusividade. Fernando Vaz Costa, diretor da área de Promoção da JLL, explica à mesma fonte que «abrimos aquilo a que chamamos de processo competitivo de venda, ou seja, enviámos cartas para uma lista de contactos bastante extensa, na sua maioria investidores internacionais, de todas as nacionalidades, mas também alguns nacionais e agora vamos fazer as visitas».

Posteriormente, os interessados enviam as suas propostas com as ofertas de compra até 23 de fevereiro, para depois o BPI e a JLL analisarem as mesmas e entrarem em processo de negociação. No final deste ano, será escolhido o vencedor, altura em que o imóvel estará desocupado. Hotelaria ou habitação são alguns dos usos prováveis apontados por Vaz Costa.