Avançam primeiros parques dissuasores de Lisboa

Ana Tavares |
Avançam primeiros parques dissuasores de Lisboa

A informação foi dada pelo presidente da EMEL, Luís Natal Marques, ao Público, segundo o qual este primeiro parque abre com 500 lugares e um custo de 50 cêntimos por dia para os automobilistas que tenham título de transporte público, valor que está a ser discutido mas não é ainda definitivo. A ideia é que este valor simbólico convide a não levar o carro para o centro da cidade.

Depois da Ameixoeira, será a Pontinha a ter um novo parque de 2.000 lugares, e o Areeiro outro com 300 lugares, aos quais se somam os 150 lugares de um novo parque em Pedrouços. Estão também a ser negociados preços mais baratos com as empresas privadas que gerem os parques do Estádio da Luz (800 lugares), do Estádio de Alvalade (200) e do Pingo Doce da Bela Vista (370).

A EMEL também pretende uma solução de estacionamento na zona do Senhor Roubado: «temos vindo a conversar com a câmara de Odivelas porque a câmara sente necessidade de fazer o ordenamento do estacionamento na área do Senhor Roubado. Aquilo é um pandemónio em termos de estacionamento e pediram o nosso auxílio. Será também um parque dissuasor, muitas das pessoas que ali deixam o carro já vão apanhar o metro», explica à mesma fonte.