Avaliação bancária sobe para 1.160 euros

Ana Tavares |
Avaliação bancária sobe para 1.160 euros

 

No mês em análise pelo INE, os apartamentos registaram um aumento mensal de 8 euros, fixando-se nos 1.213 euros/m², valor que se encontra nos 1.069 no caso das moradias, um aumento de 4 euros. Os apartamentos mais caros, em média, estão no Algarve, onde o valor se fixou nos 1.453 euros/m², e os mais baratos no Alentejo, com um valor de 970 euros/m².  

A Região Autónoma dos Açores e Área Metropolitana registaram as maiores subidas mensais para o conjunto da habitação, de 1,4% e 1,3%, respetivamente.

Por outro lado, e face ao período homólogo, a avaliação bancária de apartamentos e de moradias cresceu 5,2% e 3,4%, respetivamente, com o Norte a registar o maior aumento, de 6,1%.

O Algarve, a Área Metropolitana de Lisboa, a Madeira e o Alentejo Litoral apresentaram valores de avaliação bancária superiores à média nacional, sendo que no Algarve e na AML foram 25% e 23% superiores ao registado para a totalidade do país.