Avaliação bancária está a subir há 14 meses consecutivos

Ana Tavares |
Avaliação bancária está a subir há 14 meses consecutivos

 

De acordo com o Instituto Nacional de Estatísticas (INE), os 1.176 euros por metro quadrado, alcançados em maio, representam mais cinco euros comparativamente a abril e mais 65 euros face ao mês de maio do ano passado. «A nível regional, as maiores subidas para o conjunto da habitação registaram-se no Algarve (1,4%) e no Alentejo (0,8%). A única descida observou-se na Região Autónoma dos Açores (-1,7%)», aponta o INE.

Os apartamentos registaram um aumento de oito euros por metro quadrado face ao mês de abril e de 71 euros face ao período homólogo, para os 1.232 euros por m2. O Algarve lidera com os valores mais elevados (1.501 euros por m2) e o Alentejo ocupa o último lugar no ranking (980 euros por m2).

O valor médio da avaliação das moradias manteve-se em 1.074 por m2, em maio. Trata-se, ainda assim, de um valor superior ao registado no período homólogo, mais 45 euros por m2. «Os valores mais elevados observaram-se na Área Metropolitana de Lisboa (1.445 euros por m2) e no Algarve (1.437 euros por m2) e o mais baixo no Centro (923 euros por m2)», refere a publicação do INE.