Alemães da Staytoo investem €100M em Portugal

Ana Tavares |
Alemães da Staytoo investem €100M em Portugal

Confirmando que o mercado das residências de estudantes é uma oportunidade reconhecida em Portugal, a empresa sedeada em Hamburgo está a preparar a abertura da sua primeira residência no nosso país em 2019. Para tal, está de momento «a auscultar o mercado de serviços e a oferta imobiliária de Portugal, com o objetivo de continuar a aumentar a sua proposta de valor no nosso país», explica a empresa em comunicado enviado à VI. E entra em Portugal em parceria com a portuguesa Laje Capital.

O investimento começa em Lisboa, mas a ideia é abrir unidades noutras cidades portuguesas de grande dinamismo universitário, como o Porto ou Coimbra, onde pretende abrir residências que se distinguem pelos seus elevados padrões de qualidade, localizações premium, conforto ou decoração dos quartos e serviços associados, como restaurante, ginásio e lavandaria. A Staytoo atua como plataforma para o desenvolvimento imobiliário, e inclui também funções de gestão e operação dos edifícios, oferecendo um serviço integrado aos parceiros e investidores. No total, prevê um investimento estimado de 100 milhões de euros no nosso país, como confirmou ao Expresso.

Cláudia Menino, Head of Acquisition & Development na Staytoo Portugal, explica que «todos os dias novos estudantes e investigadores aterram no nosso país, atraídos por universidades que têm vindo a destacar-se nos rankings mundiais e por um clima de quase 363 dias de sol por ano, pelo que sentimos que poderia haver uma oportunidade para trazer ao mercado uma oferta que se distinguisse positivamente».

A responsável avança que «ao realizarmos um levantamento das condições do mercado português verificámos que existe dois tipos de oferta para os estudantes deslocados: residências universitárias tradicionais, sem grandes comodidades, e apartamentos de elevada qualidade (e custo) disponíveis para modelos de arrendamento tradicional. Nesse momento tornou-se claro e óbvio para nós que não existem soluções que conjuguem elevada qualidade com serviços essenciais para estudantes, como os que vamos trazer ao mercado. Os nossos projetos são criados de raiz a pensar nas especificidades que os estudantes têm», afirma ainda a responsável.

A Staytoo faz parte do fundo MPC Capital Group, líder de mercado deste setor na Alemanha. Rainer Nonnengässer, Managing Director da MPC Micro Living Development, explica que «Portugal já estava no nosso radar há algum tempo, pelas suas deslumbrantes cidades, mas também pela qualidade e prestígio do ensino universitário no país, mas faltava-nos um parceiro que compreendesse o nosso modelo de atuação e trouxesse o aprofundado conhecimento sobre o mercado português, o seu dinamismo e os seus players. A Laje Capital cumpre com sucesso os nossos objetivos».