AL deve acomodar 1/3 dos participantes no Web Summit

Ana Tavares |
AL deve acomodar 1/3 dos participantes no Web Summit

 

Para a ALEP, «com a hotelaria a prever taxas de ocupação próximas os 90%, o Web Summit apenas é viável em Lisboa devido ao alojamento local», que deverá registar uma taxa de ocupação superior aos 80%, em especial apartamentos, moradias e estabelecimentos de hospedagem, numa altura do ano em que esta costuma rondar os 50%.

Segundo a associação do alojamento local, os apartamentos é a tipologia mais procurada, nomeadamente com 3 ou mais quartos, «uma vez que as empresas procuram este tipo de habitação para os seus colaboradores».

Esta semana, o valor médio por noite está acima dos 100 euros, sendo que no caso dos T1 a média é de 80 euros, com taxas incluídas, valores de época média alta.