1º trimestre foi o mais forte da última década para a hotelaria

Ana Tavares |
1º trimestre foi o mais forte da última década para a hotelaria

Até março, o RevPar aumentou 13% face ao período homólogo do ano passado, e 22% face ao primeiro trimestre de 2007. Foram registadas 8,8 milhões de dormidas em empreendimentos turísticos, das quais 86% em hotéis, hotéis-apartamentos e pousadas, originadas por 3,4 milhões de hóspedes, mais 6,4% que no ano passado e mais 48% quando comparado a 10 anos, com o 1º trimestre de 2007.

Destaque para o crescimento do mercado brasileiro, de 68%, seguido do polaco, com mais 40%, e do norte-americano, com mais 34%, apesar de não serem estes os países com a maior quota. Reino Unido, Alemanha, Espanha e França continuam a liderar, representando 49% dos mercados externos.

De notar ainda um aumento de 18% no número de empregados no setor do alojamento, num total de 62.000 pessoas, número que deverá aumentar com os 41 novos hotéis que devem abrir até ao final deste ano.

Neste período, as exportações do turismo cresceram 17% em termos homólogos, e contribuíram para o crescimento de 2,8% do PIB.

Cristina Siza Vieira, presidente executiva da Associação da Hotelaria de Portugal, comenta que «o AHP Hotel Snapshot que agora lançámos é um raio-x da performance da hotelaria, que resulta da análise do AHP Hotel Monitor, ferramenta estatística que acompanha mensalmente o desempenho de mais de 600 hotéis nacionais. Com este retrato temos como objetivo divulgar trimestralmente a evolução dos principais indicadores de desempenho, conjugando uma visão micro da operação hoteleira com uma visão macro do setor e da economia. Daqui resultará um conhecimento mais metódico e alargado da Hotelaria e do Turismo, setor que mais contribui para o crescimento da economia nacional», explica.

A AHP realça que estes resultados não foram influenciados pela época da Páscoa, que este ano se celebrou em abril..