Turismo angolano rende 10.000M de kwanzas em 2017

Ana Tavares |
Turismo angolano rende 10.000M de kwanzas em 2017

 

Os dados foram divulgados pelo Gabinete de Estudos, Planeamento e Estatísticas do Ministério da Hotelaria e Turismo de Angola. Segundo o director, Mário dos Santos, citado pelo Jornal de Angola e pelo Observador, o sector representa 3,5% do PIB do país, e explica a sua quebra com a «precária situação económica» do país.

No ano passado, Angola recebeu 260.961 visitantes, menos que os 397.485 registados em 2016. Luanda, Benguela, Huíla, Huambo e Cabinda foram as províncias que mais turistas registaram, principalmente originários da África do Sul, Namíbia e da RDC.

Para evitar que o número continue a crescer, o Ministério está a acordar várias medidas de incentivo com outros parceiros, e acredita que as infra-estruturas hoteleiras, estradas, transportes, segurança, saneamento, energia e águas têm de se tornar «verdadeiramente operacionais» para fortalecer a indústria e a economia.