Obras da centralidade de Mbanza Congo avançam ainda este mês

Ana Tavares |
Obras da centralidade de Mbanza Congo avançam ainda este mês

 

A empreitada foi consignada em 2017, mas parou entretanto devido a motivos financeiros. É agora retomada pela construtora Omatapalo, que vai erguer, numa primeira fase, 200 apartamentos T3 e infra-estruturas como lojas, creches, vias, redes técnicas ou uma ETAR.

Segundo o Jornal de Angola, Ana Paula de Carvalho, ministra do Ordenamento do Território e Habitação, visitou o terreno na semana passada, garantindo que as infra-estruturas sociais são construídas antes das habitações, ao contrário de outras centralidades onde os moradores não ocuparam as casas até que as infra-estruturas estivessem concluídas.