Investimento estrangeiro em Angola cai para menos de metade

Ana Tavares |
Investimento estrangeiro em Angola cai para menos de metade

A Lusa cita estes números do relatório da Conferência das Nações Unidas para o Comércio e Desenvolvimento, e recorda que os fluxos de investimento estrangeiro tinham crescido 351,7% em 2015, devido às transferências de capital das multinacionais para as filiais angolanas.

Os dados mostram que «os fluxos de IDE para África registaram um declínio de 5% para 51.000 milhões de dólares», em parte devido ao baixo preço das matérias-primas que se regista desde meados de 2014.

Nota também para Moçambique, que também viu o seu IDE descer 11%, para um total de 3.000 milhões de dólares.