Governo investe $800M em 6 novas barragens no Namibe

Ana Tavares |
Governo investe $800M em 6 novas barragens no Namibe

Está em causa a construção de novas infra-estruturas nos rios Caraculo, Bero, Giraúl, Inamangando, Bentiaba e Carujamba, num valor de investimento estimado em 800 milhões de dólares, de acordo com o Jornal de Angola e a Macauhub.

Este projecto de construção resulta de um estudo feito entre 2013 e 2018, atualmente em fase de mobilização de recursos financeiros. Segue-se o lançamento dos concursos públicos.

O objectivo do Governo é reter mais água, diminui a movimentação de pessoas e contribuir para o desenvolvimento agrícola e industrial da região.
 

Empresas chinesas reforçam construção de novas barragens

Entretanto, arrancam nos próximos dias as obras de construção de barragens de retenção, sistemas de captação de água e canais adutores no Cunene.

A empreitada insere-se no plano de emergência de combate à seca no país, e divide-se em seis fases, de acordo com o despacho presidencial de 4 de Outubro, a primeira delas no valor de 65,7 milhões de dólares, adjudicada à Sinohydro Angola, bem como o segundo lote, com um custo de 70,47 milhões de dólares, e o quinto lote, num valor de 192,55 milhões de dólares.

Segundo a Macauhub, o terceiro lote foi atribuído ao consórcio Omatapalo e Mota-Engil Angola, num custo de 177,38 milhões de dólares. O quarto à China Road & Bridge Corporation por 62,94 milhões de dólares, e o sexto à Guangxi Hydroelectric Construction Bureau, por 192,55 milhões de dólares.