Encomendado o plano de ordenamento para o Porto de Luanda

Ana Tavares |
Encomendado o plano de ordenamento para o Porto de Luanda

A informação foi anunciada por Alberto Bengue, presidente do Conselho de Administração da sociedade gestora do porto de Luanda, que falava à margem da 3ª mesa-redonda da Associação dos Portos de Angola, em Luanda.

Segundo o responsável, este plano de ordenamento antecede a transformação do Porto de Luanda numa nova plataforma de referência, equipada com tecnologias e equipamentos modernos, onde possam atracar navios de 5ª e 6ª geração, escreve a Macauhub.

A construção deverá iniciar-se em 2022, prevendo a construção de um terminal de cruzeiros, novo terminal de contentores, terminal de cargas líquidas, terminal de carga geral e terminal polivalente. No plano de ordenamento terá também de ser contemplada a dragagem do porto para aumentar a profundidade para um nível entre 14 e 16 metros.