Agência de investimento de Angola recebe 57 propostas desde Maio

Ana Tavares |
Agência de investimento de Angola recebe 57 propostas desde Maio

 

A informação foi dada pelo presidente da instituição, Licínio Vaz Contreiras, segundo o qual 30% das propostas dizem respeito a investimento estrangeiro e os restantes 70% a investimento nacional, segundo a agência noticiosa Angop e a Macauhub.

Falando durante um encontro de apresentação da nova Lei do Investimento Privado, que entrou em vigor nesse mesmo mês, Licínio Vaz Contreiras explicou que a Anip está a esforçar-se por analisar as propostas o mais rápido possível, «para que contribuam para o aumento da produção e para o fomento das exportações» angolanas.

Segundo Sérgio dos Santos, secretário de Estado para a Economia, a nova lei vai «acabar com o valor limite para o investimento e reduzir a burocracia, vai atrair mais investimentos para o interior do país, fomentar o emprego, e promover a diversificação da economia».