Construção

Teatro Variedades ressurge no Parque Mayer com €5M

Ana Tavares |
Teatro Variedades ressurge no Parque Mayer com €5M

A construtora Gabriel Couto está responsável pela empreitada, adjudicada pela entidade “Lisboa Ocidental SRU – Sociedade de Reabilitação Urbana E.M.”. A obra prevê um prazo contratual de 540 dias de calendário.

O projeto de reabilitação do teatro é assinado pelo arquiteto Manuel Aires Mateus. Integra-se na intervenção do recinto do Parque Mayer, e inclui-se na área do Plano de Pormenor do Parque Mayer. Segundo a construtora, «a requalificação do Teatro Variedades está assente num conceito de intervenção global de forma a reabilitar os espaços principais e completá-los com uma nova envolvente funcional, compreendendo o exterior, acessos e áreas técnicas de apoio». Em comunicado, pode ler-se também que «a intervenção visa a revitalização do edifício enquanto espaço de espetáculos, em continuidade com a sua atividade anterior, adaptando-o às exigências legais e técnicas contemporâneas».

A empreitada prevê a demolição de alguns «anexos precários e exíguos» construídos em torno do edifício principal, das lajes adicionadas dentro da sala de espetáculos e do “foyer” da entrada. A cobertura será também desmontada, e os acessos laterais à plateia serão substituídos com novos materiais.

O Teatro Variedades começou a ser construído em 1924, seguindo um projeto de Urbano de Castro. Foi concluído e inaugurado em 1926, e foi o segundo teatro concluído no Parque Mayer. Depois de um incêndio em 1966, foi recuperado, e encerro já nos anos 90.