Porto é “uma cidade do momento na Europa”

Ana Tavares |
Porto é “uma cidade do momento na Europa”

 

O responsável falava na Semana da Reabilitação Urbana durante a conferência “Why Porto?”, organizada em parceria com a VI, uma sessão dedicada a promover um olhar internacional sobre o Porto, visto por quem adotou a cidade vindo de fora, numa perspetiva lata e abrangente. Considera que «paira o otimismo sobre o futuro do imobiliário no Porto em vários setores», nomeadamente nos escritórios, segmento no qual a JLL contabiliza 150.000 a 170.000 m² em pipeline. O «enorme potencial de expansão e de desenvolvimento» está patente no mercado industrial e logístico, e só a JLL tem em pipeline 550 apartamentos em venda na Invicta.

Na área do retalho, segundo o especialista, «o Porto já não é só Santa Catarina. A rua Mouzinho da Silveira ou a zona dos Clérigos são também uma ampla oferta de espaços comerciais. E o Porto não é só comércio de rua, é também centros comerciais». Nota ainda para o turismo, numa altura em que «os hotéis do Porto estão a bater recordes de valores».

Ricardo Valente, vereador do Pelouro da Economia, Turismo e Comércio da Câmara Municipal do Porto, aproveitou a ocasião para destacar que os investimentos feitos na Invicta são já o triplo do ano de 2016, contabiliza a Invest Porto. «41% dos projetos de investimento são nacionais, e o Porto contabiliza 34 países investidores distintos. Os setores com maior expansão são o IT e o imobiliário».

Isto porque o Porto é visto «como uma porta de entrada para a Europa, e Portugal é um país central, com uma posição estratégica a nível global. Somos um dos países melhor posicionados do mundo a nível de talento e de educação. E o talento é neste momento o ativo mais importante do mundo». Para o vereador, «o Porto tem ainda um enorme potencial de crescimento de preços do imobiliário, que só vão corporizar e espelhar o valor e potencial da cidade».

Participaram nas mesas de debate desta conferência Andrew Heard, Development da Round Hill Capital, Tiago Violas, diretor geral do Grupo Violas Ferreira, e Rui D’Avila, Administrador GFH-SGPS, além de Sofia Vinagre, diretora de marketing da JLL, José Abreu, co-fundador da La Paz, e Joe Álvares Ribeiro, administrador da SDV. Telmo Fernandes, diretor de Recursos Humanos da Natixis, esteve ainda presente para a apresentação do caso de estudo da instalação da Natixis no Porto.

 

A Semana da Reabilitação Urbana do Porto realiza-se até ao próximo dia 1 de dezembro no Palácio da Bolsa. Consulte a agenda completa aqui.