Aberto o concurso para edifício da Startup Lisboa no Hub Criativo do Beato

Ana Tavares |
Aberto o concurso para edifício da Startup Lisboa no Hub Criativo do Beato

Foto: ©André Vieira

 

A obra em causa prevê a reabilitação de um edifício onde funcionou uma antiga fábrica de pão e confeitaria, num total de 7.000 m², num preço base de 5,4 milhões de euros (mais IVA). A obra deverá arrancar no final do primeiro trimestre do próximo ano, tendo a duração de um ano.

De acordo com a Startup Lisboa, «o processo de seleção será assessorado pela Savills Portugal e pela Macedo Vitorino & Associados. Depois desta primeira fase, serão selecionadas até dez empresas às quais será depois pedida a apresentação de uma proposta, face ao caderno de encargos e às especificações técnicas do edifício a reabilitar», cita o Eco.

O programa do concurso e a memória descritiva do projeto podem ser consultados no site da Startup Lisboa a partir das 18h de dia 11 de novembro. Numa segunda fase, serão disponibilizados o projeto de execução, especialidades e mapas de quantidades.

Os interessados têm até 22 de novembro para submeter as suas propostas, conforme se pode ler no anúncio no site da Startup Lisboa.

A 22 de outubro, durante um evento da Savills que se realizou neste complexo, José Mota Leal, Project Manager da Startup Lisboa, afirmou que os primeiros edifícios do Hub Criativo do Beato (sem avançar quais) ficariam operacionais no primeiro trimestre de 2020.

O Hub Criativo do Beato vai ter um total de 35.000 m² de área de construção. «Queremos atrair tudo o que compõe um ecossistema empreendedor, incluindo marcas globais ligadas À tecnologia e indústrias criativas, criando uma comunidade». O objetivo é «acelerar o desenvolvimento» desta zona da cidade e «posicionar Lisboa como mais empreendedora e criativa», afirmou o responsável na ocasião.