Alojamento Local

Suspensão de novos AL prolongada em 15 freguesias de Lisboa

Felipe Ribeiro |
Suspensão de novos AL prolongada em 15 freguesias de Lisboa

A proposta de prolongamento da suspensão de novos registos de alojamento local em Lisboa, que tinha sido aprovada previamente pela Câmara de Lisboa, foi ratificada pela Assembleia Municipal: prolonga-se a suspensão de novos registos de alojamento local em 15 das 24 freguesias da capital. Somente nove freguesias podem acolher novos estabelecimentos.

Nas 24 freguesias da cidade de Lisboa, apresentados na proposta, passam de 14 para 15 as freguesias que registam um rácio superior a 2,5%, com a entrada de Campolide, que se junta a Santa Maria Maior (52%), Misericórdia (39%), Santo António (26%), São Vicente (16%), Arroios (14%), Estrela (11%), Avenidas Novas (7%), Alcântara (5%), Belém (4%), Campo de Ourique (4%), Parque das Nações (4%) e Penha de França (4%), Ajuda (3%) e Areeiro (3%), citado pelo Notícias ao minuto.

Mantém-se também a proibição de novos estabelecimentos em zonas consideradas de "contenção absoluta", como o Bairro Alto/Madragoa, Castelo/Alfama/Mouraria, Colina de Santana, Baixa e eixos Avenida da Liberdade/Avenida da República/Avenida Almirante Reis.

A proposta contou com os votos favoráveis do PS (27 eleitos), BE (quatro), Livre (um), PEV (dois), PCP (cinco), PAN (um), PPM (um) e deputados não inscritos (dois) e contra dos eleitos do PSD (17), CDS-PP (7), IL (três), MPT (um), Aliança (um) e Chega (três).