Habitação

Avaliação bancária sobe quase 14% em maio

Felipe Ribeiro |
Avaliação bancária sobe quase 14% em maio

Neste mês de maio, o valor mediano de avaliação bancária foi de 1.380 euros por metro quadrado, mais 24 euros que em abril (13%), uma taxa de variação homóloga que se fixou em 13,9%.

O maior aumento mensal registou-se na Região Autónoma da Madeira, onde o valor de avaliação subiu 1,8%. Apenas a Região Autónoma dos Açores registou uma descida, de -0,3%.

No quinto mês do ano, o valor mediano de avaliação bancária dos apartamentos fixou-se nos 1 529 euros por metro quadrado, mais 15,3% que em maio do ano passado. O Algarve e a Área Metropolitana de Lisboa registaram as maiores subidas dos preços dos apartamentos.

No que às moradias diz respeito verificou-se uma subida do valor mediano de avaliação de 9,1%, para 1.104 euros euros por metro quadrado, face ao mesmo mês do ano anterior. Os valores mais elevados registaram-se também na Área Metropolitana de Lisboa e Algarve.

De referir que foram consideradas 33.130 avaliações bancárias em maio, mais 8% que em igual período do ano passado, sendo 21.215 avaliações bancárias foram apartamentos e 11.915 moradias.