Arrendamento

Atualização de rendas antigas é adiada mais dois anos

Ana Tavares |
Atualização de rendas antigas é adiada mais dois anos

Segundo o Público, esta proposta foi agora aprovada na Assembleia da República. O PS justifica a medida com o impacto que «a atualização das rendas nos termos do NRAU pressuporia para um conjunto alargado de famílias, sobretudo tendo em consideração o mercado habitacional atual (…). É importante salvaguardar a extensão do regime por mais dois anos, permitindo a execução das políticas públicas de habitação», cita o Idealista.

Em vigor desde 2012, o Novo Regime do Arrendamento Urbano prevê que estas rendas sejam atualizadas para preços do mercado. Inicialmente era previsto um período de transição de 5 anos, mas este período foi prorrogado em 2017 para 8 anos. No caso de pessoas com dificuldades financeiras, com idade igual ou superior a 65 anos, ou com deficiência e incapacidade de 60% ou mais, a prorrogação foi para os 10 anos.