Logística

Arcadis: “A logística é claramente a tendência do mercado”

Felipe Ribeiro |
Arcadis: “A logística é claramente a tendência do mercado”

Sponsored Content: Arcadis

O setor logístico é, hoje em dia, «claramente» a grande tendência do mercado de investimento imobiliário. É o que garante a consultora Arcadis, em entrevista à Vida Imobiliária, uma das áreas onde, aliás, se mostra bastante ativa em Portugal.

João Duarte Silva, líder da equipa de Business Advisory da Arcadis em Portugal, não hesita em salientar o interesse que este segmento de mercado está a atrair, mais do que os escritórios ou a hotelaria. «Os nossos principais clientes são fundos de investimento, focados em várias áreas, e estão muito atentos às tendências do mercado, que hoje é sem dúvida a logística, com rentabilidades muito interessantes»

Alguns fatores não ajudam a colocação de mais oferta num mercado que continua bastante “aquecido”, nomeadamente o grande aumento dos custos de construção, ou os grandes tempos de licenciamento, o que torna os investidores «mais conservadores. A par dos conflitos políticos, são uma barreira aos novos projetos». Ainda assim, a Arcadis está atualmente envolvida na negociação de 3 novos projetos logísticos em Lisboa.

Mas o interesse nos ativos de escritórios deverá manter-se, ainda que os ativos tenham de passar por alguns processos de transformação no decorrer do “pós-pandemia”: «precisamos de mais espaços colaborativos, porque o teletrabalho veio para ficar em vários setores, e há mais pressão de todos os envolvidos para repensar o layout dos escritórios»

Sustentabilidade: nova palavra de ordem 

Aumentam as preocupações das empresas (e da sociedade em geral) com o tema da sustentabilidade, e o imobiliário não é exceção. Esta é, aliás, uma das áreas de especialidade da Arcadis, transversal à sua atividade, que mantém o lema de «melhorar a qualidade de vida dos ativos naturais e construídos e das pessoas». João Duarte Silva avança que «as preocupações ambientais e de sustentabilidade acompanham-nos em todos os serviços que prestamos, desde logo no aconselhamento». Só o departamento de Sustentabilidade foi criado há 2 anos, e já soma 10 pessoas, com um volume de negócios significativo nesta área.

João Duarte Silva exemplifica que a Arcadis dá «um opcional aos clientes quando fazemos propostas de Due Dilligence para fazer um “pre-acessment” de BREEAM ou LEED para perceber desde logo o grau de sucesso do cumprimento dos objetivos da empresa, algo que tem de ser pensado desde o início do projeto». E atesta que a consultora é especialmente procurada para este tipo de serviços e também para consultoria em ESG (Environment, Social, Governance).

«Esperamos que a procura por este tipo de serviços venha a aumentar cada vez mais, como resultado de uma preocupação mais cimentada nas novas gerações»

Investidores estão dispostos a pagar mais por certificação ambiental 

Na logística, a sustentabilidade «é regra de ouro», segundo João Duarte. «Diz-nos a experiência que uma construção nova terá uma incremento de aproximadamente 5% para ser certificada em termos de sustentabilidade. Os investidores assumem a necessidade de reduzir a sua pegada ecológica e neste contexto a certificação BREEAM tem estado na ordem do dia». Por um lado, assim garantem um imóvel com selo de sustentabilidade, por outro, respondem às exigências dos operadores logísticos: «toda a gente quer plataformas logísticas certificadas. É um trunfo para os investidores, tendo em conta que o benefício é muito maior que o custo»

Esta maior procura por certificados também se sente nos escritórios, um pouco menos que na logística, e um pouco mais que na hotelaria ou outros segmentos de mercado, nomeadamente devido aos custos e retornos envolvidos, e também à pressão por parte dos ocupantes, que é superior nos escritórios e na logística.

Equipa portuguesa cresce de 3 para 20 colaboradores em apenas um ano

Com génese projetista, e presente em mais de 70 países, a Arcadis é especialista em design de engenharia e arquitetura, gestão de custos, Due Dilligence e Business Advisory. Presta serviços nas áreas de Project Management ou Zero Carbon.

Tem atualmente 170 pessoas sediadas nos escritórios de Madrid, Barcelona, Málaga e Lisboa, e o crescimento da equipa em Portugal tem sido exponencial, de 3 pessoas em 2018 para 20 este ano. João Duarte Silva recorda que «sempre fomos sucursal da filial espanhola, e quando ainda tínhamos um volume de negócios mais pequeno, concentrávamos o encargo estrutural em Madrid. Mas o mercado cresceu, e posicionando-nos como experts em imobiliário, sentimos que tínhamos de crescer em Portugal. Formámos novas equipas, como Business Advisory, Project Management, etc, e só com Due Dilligence já faturamos 1 milhão na primeira metade de 2022»

A empresa registou um crescimento de 15% ao ano do seu volume de negócios desde 2018, e superou mesmo os 12 milhões de euros em 2020, valor que espera mesmo ultrapassar já em 2022.

Alguns dos projetos nos quais a Arcadis esteve envolvida recentemente incluem os Echo, Aura e Lumnia, parte do complexo de escritórios EXEO; o edifício Entreposto; as sedes da Phillips, Generali ou Unibanco, em Lisboa, entre outros.