Confidencial Imobiliário

Ocupação do AL desce para os 18% e 17% em Lisboa e Porto

Ana Tavares |
Ocupação do AL desce para os 18% e 17% em Lisboa e Porto

Estes são os resultados apurados pela Confidencial Imobiliário no âmbito do SIR – Alojamento Local, em pleno confinamento imposto pela pandemia de Covid-19, segundo os quais as ocupações atingiram os 58% e os 50%, respetivamente, em abril do ano passado.

Segundo a Ci, a pressão sentida no mercado de AL nas duas cidades é visível nas noites vendidas, que registaram no mês de abril uma quebra de 62% em Lisboa e 52% no Porto, face a igual mês do ano passado.

Esta quebra da ocupação refletiu-se no rendimento gerado pelos alojamentos. O RevPar médio em abril atingiu os 15 euros em Lisboa, que comparam com os 44 euros do ano passado, e os 14 euros no Porto, que comparam com os 31 euros do mesmo mês de 2019.

A Ci reforça que as diárias médias mensais do AL mantiveram-se nos níveis habituais, atingindo os 81 euros em Lisboa (79 euros em abril de 2019), e os 70 euros no Porto (68 euros no ano passado), comportamento «que não é alheio ao facto de os dados apurados poderem refletir reservas com tarifas não-reembolsáveis que não tenham tido tradução efetiva em ocupação, assim como alguma ocupação para fins não turísticos que terá ocorrido neste período», pode ler-se no relatório.