Escritórios

C&W lança guia para regresso ao escritório

Ana Tavares |
C&W lança guia para regresso ao escritório

Este guia surge na sequência da criação pela C&W do grupo de trabalho Recovery Readiness Task Force (RRTF) e do lançamento do novo conceito Six Feet Office. John Forrester, Presidente da C&W e líder deste grupo de trabalho, acredita que «é extremamente importante para a saúde e a segurança das pessoas em todo o mundo que as empresas tomem as precauções adequadas e necessárias quando voltarem a abrir os seus escritórios».

Explica que «os nossos especialistas, em conjunto com os nossos researchers, criaram este guia para tornar o regresso ao trabalho mais acessível – com soluções fáceis e personalizáveis e com custos de implementação baixos».

Este guia foi desenvolvido com base na experiência da consultora na China, onde já está a ajudar 10.000 empresas e aproximadamente um milhão de trabalhadores a regressarem a mais de 1.000 edifícios de escritórios.

Despina Katsikakis, Diretora de Occupier Business Performance da Cushman & Wakefield, afirma que «o regresso aos locais de trabalho será diferente em todas empresas mas os princípios definidos no guia são aplicáveis à maioria de ocupantes e proprietários. Enquanto passamos por esta situação sem precedentes, os nossos profissionais continuarão a dar orientações gerais e soluções aos nossos clientes em todas as fases do processo», completa.

 

O novo guia baseia-se em seis pilares base, denominados “The Safe Six”, nomeadamente:

  1. Preparar o edifício – implementar planos de limpeza, inspeções prévias ao regresso e revisões dos sistemas HVAC (aquecimento, ventilação e ar condicionado)
  2. Preparar os colaboradores – criar políticas para decidir quem regressa, gestão de escalas/sistemas de rotatividade e comunicação interna
  3. Controlo de Acessos – reforçar protocolos de higiene e segurança, de receção dos edifícios, de envios e receção de encomendas, de elevadores e políticas de visitantes
  4. Criar um plano de “distância social” – seguir as recomendações ou imposições para reduzir a densidade de ocupação e padrões de circulação nos escritórios
  5. Reduzir pontos de contacto e aumentar a frequência de limpezas – implementar políticas de portas abertas, secretárias limpas, planos para as copas e limpeza regular das áreas comuns
  6. Comunicar com confiança – reconhecer que alguns colaboradores podem ter receio em voltar aos espaços de trabalho, comunicar com transparência e ouvir regularmente

 

O guia completo pode ser consultado aqui.