Última oportunidade para participar no Prémio Nacional de Reabilitação Urbana 2018

Fernanda Cerqueira |
Última oportunidade para participar no Prémio Nacional de Reabilitação Urbana 2018

 

As pré-inscrições no Prémio Nacional de Reabilitação Urbana, fase obrigatória para participação, encerram já esta sexta-feira, depois do prolongamento de uma semana.

Mais de 70 promotores, equipas de arquitetura e de engenharia, construtores e proprietários já realizaram a pré-inscrição, mas até dia 23 de fevereiro ainda há tempo e lugar para outras intervenções de reabilitação urbana que tenham sido concluídos entre 1 de janeiro de 2016 e 31 de dezembro de 2017, desde que não tenham sido candidatos em edições anteriores.

Neste momento, estão já inscritos projetos em 18 concelhos em todo o território nacional, incluindo Arouca, Guimarães, Braga, Ponte de Lima, Barcelos, Vila do Conde, Porto e Matosinhos, Cinfães e Vale de Cambra, na região Norte; Fátima, no Centro; Lisboa, Almada, Oeiras, Sintra e Cascais, na Grande Lisboa; Santiago do Cacém, no Alentejo; e Albufeira e Lagos, no Algarve.

O Prémio Nacional de Reabilitação Urbana reconhecerá os melhores projetos de reabilitação nas categorias de habitação, comércio & serviços, turismo e impacto social; além de atribuir menções honrosas para a reabilitação estrutural, eficiência energética e restauro, bem como para intervenções com áreas inferiores a 1000 m2. Os vencedores da 6ª edição serão conhecidos na primeira quinzena de Maio (em data ainda a anunciar) num evento de gala que, este ano, pela primeira vez, ruma à cidade de Braga. A lista final de candidatos será divulgada durante a V Semana da Reabilitação Urbana de Lisboa, entre os dias 9 e 15 de abril, no Pátio da Galé, no Terreiro do Paço.

Os arquitetos João Carlos Santos e João Santa-Rita, além do economista João Duque, e dos engenheiros João Appleton e Manuel Reis Campos, este último também líder associativo; são os membros do Júri da 6ª edição do Prémio Nacional de Reabilitação Urbana e a quem caberá a decisão dos projetos vencedores.

O Prémio Nacional de Reabilitação Urbana conta com o Alto Patrocínio do Governo de Portugal, concedido através da Direção Geral do Património Cultural, entidade tutelada pelo Ministério da Cultura. Esta é uma iniciativa à qual a SECIL se associa de forma ampla e que reúne um vasto apoio do setor empresarial, institucional e da sociedade civil. Conta este ano também com o forte apoio da Câmara Municipal de Braga, cidade que será, pela primeira vez, a anfitriã da entrega do galardão. A Schmitt+Sohn Elevadores, a Savills Aguirre Newman e o Santander Totta, na categoria platina; e a Revigres, Sanitana e SRS Advogados, na categoria ouro; são as empresas já confirmadas no apoio ao Prémio Nacional de Reabilitação Urbana 2018.