Santo Tirso investe €4M na reabilitação de habitação municipal

Ana Tavares |
Santo Tirso investe €4M na reabilitação de habitação municipal

 

A informação foi dada pela autarquia, em nota informativa enviada à Lusa, segundo a qual já foram feitas «várias candidaturas para financiamento de intervenções em todos os complexos habitacionais do município». Até dezembro, o programa Norte 2020 tinha aprovado 440.697,89 euros comunitários.

Segundo a câmara, «todas estas intervenções têm por objetivo a regeneração urbana das habitações municipais, com a requalificação dos edifícios, nomeadamente melhorar a eficiência energética nas habitações», cita o Público. Além da redução dos custos energéticos e das emissões de CO2, a ideia é contribuir para a «utilização de energia renovável, corrigir patologias existentes e aumentar significativamente o conforto interior», diz a mesma nota.

Uma das intervenções diz respeito a Argemil, no valor de 1 milhão de euros. Este foi o primeiro conjunto habitacional construído pela autarquia no âmbito do Programa Municipal de Realojamento, e foi agora reabilitado com recurso ao programa Reabilitar para Arrendar, do IHRU.

Roriz da Palmeira é outras das áreas a intervencionar, onde a autarquia prevê investir 450.000 euros através da candidatura ao Norte 2020. O valor sobe para 820.000 euros no caso de São Martinho do Campo e Rebordões, também em apreciação pelo Norte 2020. São Tomé de Negrelos deverá ter um investimento de 341.000 euros, e o Complexo Habitacional de Ringe, em Vila das Aves, 1,3 milhões de euros, da responsabilidade do IHRU e da câmara.