Pestana acelera expansão num «momento muito mais positivo»

Ana Tavares |
Pestana acelera expansão num «momento muito mais positivo»

 

A informação foi dada por José Roquette, Chief Development Officer do Pestana Hotel Group, durante o “Pestana Strategy Day” que decorreu esta semana. O grupo português está a seguir «o seu plano de expansão mais ambicioso de sempre, resultado da evolução do grupo, que passou de uma ilha para o mundo», seguindo 3 importantes objetivos: «consistência, rentabilidade e solidez».

O investimento total a efetuar até 2020 deverá rondar os 200 milhões de euros, num total de 3.000 novos quartos. Nos últimos 6 anos, o grupo inaugurou 20 hotéis, e nos próximos 3 anos deverão abrir portas outras 20 unidades. Trata-se de «um crescimento consistente, nunca demasiado exuberante. É uma jornada de diversificação», diz o responsável.

O bom contexto do turismo, que considera «sólido», e bons resultados consecutivos sustentam esta expansão. Sem adiantar valores, José Roquette avançou aos jornalistas que 2017 foi «o nosso melhor ano de sempre, e 2018 poderá ser melhor ainda, impulsionado pelos novos projetos». Prova disso é que o grupo anunciou que vai contratar 300 novos postos de trabalho este ano, também para unidades já existentes.

Relativamente à rentabilidade do grupo, José Roquette afirma que «estamos sempre em restruturação. Isto será regra para uma empresa que se quer manter ao longo dos anos com capacidade para se reinventar», e isso passa por diferentes modelos de negócio, que podem passar pela propriedade (70%), pelo leasing (20%) ou pelo managing/franchising (10%). 

 

Foco imediato está nas marcas Collection e CR7

«Nesta fase, o nosso foco centra-se na expansão e internacionalização da marca Pestana Collection Hotels e na marca Pestana CR7 Lifestyle Hotels», explicou o responsável, salientando ainda «o reforço da liderança nacional, a afirmação europeia, e a expansão norte-americana».

 

Na calha, e em fase inicial, está o novo Pestana CR7 M | Avenue, a sua segunda unidade em Marraquexe, em Marrocos, um país no qual o grupo «acredita muito». Desta forma, o grupo consegue abranger «os 2 segmentos de mercado mais importantes da cidade, estratégia que acompanha a forma como nos queremos posicionar no país».

Com 164 quartos, este novo hotel é promovido pela M | Avenue, que avança com o investimento. Através de um contrato de arrendamento, o grupo português fica encarregue da gestão e operação da unidade.

Em Portugal, o grupo deverá abrir a maioria dos novos quartos a que se propôs até 2020 (cerca de 60%), aproveitando o facto de o crescimento no nosso país ser «muito mais barato» que no resto da Europa. Alguns dos próximos projetos a abrir incluem a última fase do Pestana Tróia Eco-Resort, o Pestana Porto - A Brasileira (parte da Pestana Collection Hotels), ou o Pestana Amoreira.

Nas principais cidades europeias, o crescimento vai seguir, mas a um ritmo bem mais lento. Nos Estados Unidos, o grupo deverá abrir 3 unidades em breve, na zona de Nova Iorque, que se somam ao hotel de Miami. A nível internacional, o grupo deverá inaugurar 6 unidades este ano, incluindo a nova unidade de Madrid, na Plaza Mayor.