Metro do Porto ganhará sete novas estações em cinco anos

Fernanda Cerqueira |
Metro do Porto ganhará sete novas estações em cinco anos

 

Os projetos de expansão da linha Amarela, em Vila Nova de Gaia, e da criação da nova linha Rosa, no Porto, seguem a bom ritmo e tudo aponta para que fiquem concluídos «entre outubro e dezembro» deste ano e o concurso de empreitada seja adjudicado «no início de 2019», devendo as obras arrancar «entre a abril e junho» do mesmo ano. São as previsões do secretário de Estado Adjunto e do Ambiente, citado pela Lusa, que reafirma os prazos avançados pela empresa Metro do Porto.

«Acredito que aos 145 milhões de passageiros que usaram em 2017 o sistema de bilhética Andante (5,4% de acréscimo na procura) e aos mais de 60 milhões transportados em 2017 pelo Metro possamos acrescentar bastantes mais viagens», apontou o secretário de Estado, acrescentando que esta operação deve servir para transportar «mais 33 mil pessoas».

O arquiteto Eduardo Souto Moura irá desenhar três estações (rotunda [Boavista], Praça da Galiza e Carregal/Hospital de Santo António) e Siza Vieira terá a cargo a estação da Praça da Liberdade.

O valor de referência para os projetos destas duas linhas era de 4,7 milhões de euros (2,6 milhões de euros para a Rosa e 2,1 milhões de euros para a Amarela), mas as propostas vencedoras totalizam menos 1,4 milhões, estando orçadas em cerca de 3,3 milhões de euros.