Fundo Rodoviário de Angola gasta $60M em manutenções em 2017

Ana Tavares |
Fundo Rodoviário de Angola gasta $60M em manutenções em 2017

 

Os números foram avançados pelo director de Estudos e Planeamento da Instituição, Nascimento Cassule, que disse ao Jornal de Angola que 17% deste montante (1.700 milhões de kwanzas) teve origem nas receitas arrecadadas com a taxa de circulação em 2016. Os restantes 83% dizem respeito a transferências diretas do Orçamento de Estado.

Estes 2.200 km dizem respeito a apenas 15% do total das estradas nacionais. A rede viária nacional (estradas nacionais) angolana passou de 5.000 km para 13.000 km nos últimos 10 anos. As vias secundárias e terciárias aumentaram de 26.000 para 56.000 km.

No entanto, se em 10 anos o Fundo Rodoviário registou um crescimento da rede de estradas na ordem dos 200%, as receitas do mesmo destinadas à sua manutenção cobre ainda apenas 20% das necessidades, escreve a Macauhub, já que muitos automobilistas não pagam a taxa de circulação, alegando o mau estado das vias.