Constituição de empresas aumenta 15% em janeiro

Ana Tavares |
Constituição de empresas aumenta 15% em janeiro

 

Em termos acumulados, o acréscimo tem sido progressivo desde 2016, mostram os números da Iberinform. Lisboa soma o maior número de constituições, com 1.758 novas empresas, que representam 34,7% do total. O Porto concentrou 930 novas empresas e 18,2% do total de novas constituições em janeiro. Braga viu abrir 386 novas empresas, e representa já 7,6% das novas aberturas.

Por outro lado, o número de insolvências aumentou 1,8% em termos homólogos a nível nacional, e o acumulado no 1º mês do ano é superior aos valores registados nos últimos 3 anos em igual período.

Foram registadas 352 declarações de insolvência, mais 54 que em 2017. Lisboa e Porto têm o maior número de fechos de empresas, 152 e 140, respetivamente. Lisboa regista uma diminuição de 16,5%, em termos homólogos, e o Porto uma subida de 10,2% no número de insolvências.

O comércio de veículos é o setor com o maior aumento do número de insolvências, seguido pelo setor da indústria transformadora, do comércio a retalho e por grosso, e da construção e obras públicas, que registou um aumento de 5,1%.