2017 foi de crescimento para a Worx

Ana Tavares |
2017 foi de crescimento para a Worx

 

O crescimento verificou-se numa altura em que o mercado português «tem conseguido exercer um grau de atratividade muito significativo no panorama internacional, provando ser um forte competidor na Europa». Esse interesse «contribuiu para o forte dinamismo que marcou o crescimento da Worx em 2017», refere a consultora em comunicado.

Em 2017, a Worx representou 28% dos negócios de escritórios fechados entre agentes. A sua marca de construção DONE, design to build, parceira em obras e construção na área da reabilitação urbana, cresceu mais do dobro do ano anterior, sendo mais um elemento do serviço One Stop Advisor da consultora. Pedro Rutkowski, CEO da Worx, explica que «tendo o em conta esta necessidade, têm surgido cada vez mais projetos de remodelação de edifícios, no desenvolvimento de projetos de promoção imobiliária, adaptados às necessidades de cada cliente. A DONE protagonizou projetos de empresas de referência mundial, como é caso da BOLD International, PwC no Palácio Sottomayor, Santander, entre outros projetos também de grande relevo como a NOS ou Cosec».

Já na área da avaliação, destaque para o facto de a Worx ter representado mais de 50% do volume total de avaliações de ativos turísticos. A parceria estratégica com o BNP Paribas Real Estate manteve-se em 2017.

A Worx arranca 2018 com expetativas sobre o mercado muito positivas, e com uma mudança de sede para o Palacete Duque d’Ávila, por forma a «otimizar as suas condições de trabalho e acompanhar um crescimento consolidado». Pedro Rutkowskinota ainda que «há mais de duas décadas em Portugal, a Worx otimizou e fortificou o seu posicionamento no mercado. A mudança da sede da Consultora Imobiliária para o Palacete Duque d’Ávila é exemplo disso».