Ana Tavares
2018-06-22
Descida da ocupação não afeta RevPar da hotelaria
Nos primeiros 4 meses do ano, a hotelaria portuguesa registou uma redução da taxa de ocupação, mas sem impacto no RevPar das unidades.

 

O AHP Tourism Monitors mostra que o 1º quadrimestre de 2018 registou um crescimento expressivo de 10% do ARR para os 78 euros (101 em Lisboa), e de 9% do RevPar para os 46 euros, apesar de a taxa de ocupação ter caído 0,7% para os 59%.

Madeira (76%), Lisboa (73%) e Porto (64%) registaram as taxas de ocupação mais elevadas do período. Destaque para as subidas de 5,7% de Visei, de 4,5% das Beiras e de 3,7% do Alentejo. Beiras, Viseu e Lisboa registaram os maiores crescimentos do RevPar, de 31%, 23% e 12%, respetivamente.

Segundo a análise da AHP, as dormidas do mercado interno representaram 30% do total nestes primeiros 4 meses do ano. 43% dos hóspedes foram nacionais e 57% estrangeiros, com destaque para os 13% representados pela Alemanha, 10% pelo Reino Unido e 6% pela França.

Cristina Siza Vieira, presidente executiva da Associação da Hotelaria de Portugal, afirma que «os resultados do primeiro quadrimestre de 2018 não são uma surpresa, até porque já vínhamos a registar um abrandamento mensal na taxa de ocupação desde o início do ano. De assinalar todavia que abril foi o único mês com variação negativa neste indicador, imputável ao efeito Páscoa e também, crê-se, às condições climatéricas adversas».

Esta responsável destaca que «o decréscimo na taxa de ocupação não teve efeitos no RevPAR, que acabou por crescer fruto do ARR. Apesar dos resultados não serem uma surpresa, há dois destinos para os quais olhamos com alguma preocupação: Açores e Leiria/Fátima/Templários, cuja TO está em queda desde o início do ano. Em contrapartida, é interessante também registar o peso das dormidas nacionais nos destinos Norte, Centro e Alentejo, e o crescimento no Algarve, neste período, testemunho da importância que o mercado interno tem na época baixa nestes destinos».

SE JÁ É ASSINANTE FAÇA LOGIN
Ainda não é assinante
Garanta e acompanhe toda a informação da Vida Imobiliária, atual, rigorosa e independente.

Vantagens da assinatura Vida Imobiliária (digital+impressa)

  • Acesso a todos os conteúdos de atualidade em www.vidaimobiliaria.com
  • Informação diária da atualidade de Portugal, Angola e Moçambique
  • Subscrição de E-news de Portugal e Angola
  • Acesso a Edições eletrónicas - Acessível por PC ou tablet
  • Recebe edições impressas da revista Vida Imobiliária
  • Presença gratuita, e exclusiva, nos debates dos Almoços Vida Imobiliária.
  • Desconto 20% na Loja Vida Imobiliária
  • Oferta de livros

Vantagens da assinatura Vida Imobiliária (digital)

  • Acesso a todos os conteúdos de atualidade em www.vidaimobiliaria.com
  • Informação diária da atualidade de Portugal, Angola e Moçambique
  • Subscrição de E-news de Portugal e Angola
  • Acesso a Edições eletrónicas - Acessível por PC ou tablet
  • Escolha a modalidade que mais se adapta às suas necessidades
Digital Trimestral Digital Anual Individual Corporate Trienal
19,99€ 49,99€ 94€ 170€ 220€
- Revista digital
- Acesso a todos os conteúdos digitais
- 10 Edições digitais /ano
- Presença no website
- Desconto exclusivo na loja
- Oferta 1 livro
- Revista em papel
-Revista digital
- Acesso e lugar reservado em eventos
- Desconto exclusivo na loja
- Oferta 2 livros
- 2 Revistas em papel
- Revista digital
- Acesso digital para 20 utilizadores
- Acesso e lugar em eventos para 2 pessoas
- Desconto exclusivo na loja
- Oferta 3 livros
- Revista em papel
- Revista digital
- Acesso digital para 10 utilizadores
- Acesso e lugar em eventos para 2 pessoas
- Desconto exclusivo na loja
- Oferta 3 livros
Para prosseguir com o pedido de assinatura, realize por favor o registo. Em caso de qualquer duvida envie-nos um e-mail para gestao@vidaimobiliaria.com ou ligue-nos para o telefone 22 2085009
ASSINE JÁ